Falando De dor

8 Dicas para controlar a dor no câncer

Descobrir-se com câncer nunca é um processo fácil. Principalmente quando junto do tumor surge a dor. Essa combinação é realidade na vida de cerca de um terço dos pacientes de câncer. Algumas vezes a dor surge por causa do crescimento das células tumorais, outras como efeito colateral dos tratamentos, e, em outros casos, por uma infeliz coincidência. Seja qual for a razão pela qual o incômodo se instaurou, o paciente de câncer precisa ter claro que não é preciso viver com a dor. Há sempre maneiras para diminuir o incômodo, abaixo deixamos algumas dicas para controlar a dor no câncer:


1. Todo o tipo de dor é passível de tratamento


Nunca é demais repetir que sempre há algo que pode ser feito para diminuir a dor. Por isso, sempre relate o incômodo ao seu médico ou médica. As opções de tratamento são variadas, se não for capaz de controlar a sua dor, o especialista saberá recomendar-lhe outras alterativas.


2. Controle a dor antes que ela se torne muito forte


A Organização Mundial da Saúde em sua escada analgésica para o tratamento da dor no câncer enfatiza a importância de se administrar a medicação antes de o paciente voltar a sentir dor. Se já se sabe que a dor vai voltar, por que esperar ela aparecer e deixar o paciente sofrer?


3. Aja preventivamente em situações onde a dor pode aparecer


Se há uma situação na qual a dor pode se intensificar, como por exemplo durante a fisioterapia, o melhor é agir preventivamente. Para isso são usadas as chamadas “doses de resgate”, que são uma espécie de dose de reforço da medicação dada antes de situações nas quais o paciente pode sentir dor.


4. Quantifique a dor


O paciente pode ajudar muito o médico quando ele tem informações acuradas para passar. Anote em um caderninho quando a dor começou, o que lhe fez sentir melhor ou pior, o local do corpo onde você sente o incômodo e sua duração. Ao anotar, dê notas de 0 a 10 para a dor e busque descrevê-la – ea vem em forma de pontadas? De queimação? De anestesiamento da área?


5. Não deixe que o medo do vício evita que você tome um medicamento


Muitos pacientes e até mesmo profissionais de saúde ainda têm medo de que alguns medicamentos, em especial opioides, causem vício. Um erro comum é achar que vício e tolerância ao medicamento são a mesma coisa. A chamada tolerância ao medicamento acontece quando o corpo “acostuma-se” a determinada dose e é necessário aumentá-la para se ter os mesmos efeitos. Isso não significa, de modo algum, que o paciente esteja viciado. O vício é uma síndrome psicológica e comportamental na qual a pessoa perde o controle sobre o uso da substância, usando-a compulsivamente, apesar dos efeitos adversos.


6. Mantenha uma boa comunicação com a equipe médica


Algumas vezes os efeitos de uma determinada medicação não serão os desejados e será necessário trocá-la. Outras vezes, é necessário ajustar melhor a dose. Há ainda casos em que serão necessárias estratégias complementares para reduzir os efeitos colaterais. Por isso, o diálogo com a equipe médica é importante – é ela que vai ajudar o paciente a fazer os ajustes no tratamento.


7. Melhore a respiração e aprenda a relaxar


Há vários exercícios respiratórios que podem ajudar a desviar o foco de atenção da dor pelo menos por alguns minutos. Imaginar-se em lugares que lhe inspiram bons sentimentos também podem ter o mesmo efeito: feche os olhos, pense em um lugar onde você gostaria de estar e solte a imaginação.


8. Experimente


Há técnicas como o biofeedback ou a hipnose que podem ajudar. Você pode ler mais sobre hipnose clicando aqui e aprender mais sobre os cuidados integrativos clicando aqui.


*

Com informações do livro Ufa! Chega de Dor, MD Anderson Center da Universidade do Texas, e pesquisa Dependência de opioide em pacientes com dor crônica.



Este conteúdo foi produzido em parceria com o portal Ufa! Chega de Dor. Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.



D9ozzA4lLY8e em 27/06/2017
Comentar

I love your blog.. very nice colors & theme. Did you design this website yourself or did you hire someone to do it for you? Plz respond as I&7;81#2m looking to create my own blog and would like to know where u got this from. many thanks

Deixe um Comentário